12 de jun de 2009

Abraham Lincolm

Roberto Shinyashiki

Quando Abraham Lincoln foi eleito Presidente dos Estados Unidos, houve um forte constrangimento das classes dominantes. Afinal, ele era filho de sapateiro e iria dirigir pessoas de famílias tradicionais.
Ao fazer seu primeiro discurso no Senado, um político muito arrogante aproximou-se e disse: “Antes de o senhor começar, eu gostaria de lembrá-lo que o senhor é filho de um sapateiro”. E todos riram imediatamente. No fundo, todos queriam humilhá-lo, já que derrotá-lo não havia sido possível. Mas um homem como Lincoln é difícil de ser derrubado. Ele, então respondeu:
Obrigado por lembrar-me do meu pai neste momento. Eu procurarei ser um Presidente tão bom quanto o sapateiro que ele foi. Eu me lembro de que meu pai sempre fez os sapatos de sua família, se os seus sapatos apresentarem algum problema, você pode trazê-los e eu os consertarei. Desde cedo aprendi a consertar sapatos e agora que meu pai está morto posso cuidar dos seus. Aliás, se algum de vocês tiver um sapato feito pelo meu pai que esteja precisando de conserto pode trazer para mim. Mas de uma coisa estejam certos: eu não sou tão bom quanto ele”, e seus olhos se encheram de lágrimas ao lembrar-se do pai.

O campeão sempre mantém o orgulho de si mesmo, de sua família e do seu trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário