23 de ago de 2009

PT Saudações

Paulo Gregory

JORNAL O INFORMATIVO DO VALE
ANO 40 - Nº 9015 - Vale do Taquari, Lajeado, edição de sexta-feira, 21 de agosto de 20

21/8/2009 1h36m - Painel


Fui (versão impressa)
Paulo Gregory (Advogado)


Pois, susTentei a baliza até que minha bandeira ficasse rota e sobrasse só a corda.
Esteve hasteada na chuva, no sol, no vento e na seca. A cada clarinada, estava sempre no Posto. A cada subida da minha bandeira, eu canTava acomPanhado da orquesTra da minha consciência: “De Pé óh víTimas da fome...”.
Agora é hora de recolher o mastro, a corda e o ilhós que sobrou. É Preciso Ter coragem para assumir a covardia. Essa luta está Perdida. Não faz qualquer senTido continuar. Por isso, oPTo pela covardia e vou “estufar a gandola”.
Ver os que se diziam comPanheiros, pegar as cuecas sujas dos dólares para limpar um bigode que esTá mais imundo ainda, é o fim. Pois que fiquem com a cueca e com o “freio de bicicleTa” que ficou nela.
O senador Arnts disse que jogaram a ética no lixo. Pior, senador! No lixo ainda dá para reciclar. Onde jogaram, o meio ambienTe deveria multar. Quem troca a ética Por um bigode sujo é porque considera a éTica mais fedida que o bigode.
E a oPosição? Fede Também!
Não sou dualista. Já afirmei isso. Não me serve a dicotomia de: ou se é situação ou se é oPosição. DeTesto os cartesianos Porque possuem uma compreensão limitada da vida e de Tudo. “ou se é X ou se é Y”.
Prefiro ser um burro, que anda quando se pendura o pasTo na vara e se coloca na sua frente Para que ele, perseguindo a comida, vá em frente.
Me Tornei um burro exigente. O PasTo que me botam não me seduz. Já conheço o seu gosto e, podem crer, é amargo.
Fui! E como diz o meu amigo Luis Conrad: “Lavo em sal as feridas”.
Fui! E indo, Peço desculpas a Todos que seduzi com o discurso do novo homem e da nova sociedade.
Fui! E vou cuidar da minha horta, dos meus amores, dos meus amigos, com uma única certeza: no começo, eu não estava errado.
Fui! E me despeço com uma dúvida de corno manso: onde foi que eu errei?
Fui, e risquem meu nome e Podem colocar do lado, entre parênTeses: (covarde consciente).
Fui, e como ainda não riscaram, tenho o direito, Pelo Tempo que sustentei a baliza, de escrever pela última vez...

PT SAUDAÇÕES!

Nenhum comentário:

Postar um comentário